Club de
Assis-Norte

ÁREAS DE ENFOQUE

Os rotarianos desenvolvem projetos comunitários que tratam de assuntos atuais e de extrema importância, dentre os quais: paz e prevenção de conflitos; prevenção e tratamento de doenças; recursos hídricos e saneamento; saúde materno-infantil; educação e alfabetização e desenvolvimento econômico e comunitário. Além disso, eles apoiam iniciativas voltadas à juventude.


Notícias do Clube

PARALISIA INFANTIL - Marília-Pioneiro promove atividades contra a Pólio

Os rotarianos que fazem parte do Rotary Club de Marília-Pioneiro, no Distrito 4510 do Rotary International, na região centro oeste do interior do Estado de São Paulo, tem duas atividades específicas visando a celebração do Dia Mundial contra a paralisia infantil, celebrada pelo Rotary International de forma diferenciada, no dia 24 de outubro. “Como será terça-feira, vamos nos antecipar e realizaremos duas ações esta semana”, anunciou a presidente do clube rotário mariliense, a advogada Angela Cecília Giovanetti Teixeira, ao convocar os associados do clube para participarem de palestra informativa sobre a paralisia infantil e a exposição de faixa alusiva a campanha no centro da cidade. “Vamos nos dedicar intensamente, afinal, esse é o nosso compromisso com a humanidade: acabar com a doença”, disse a dirigente local. No dia 19, quinta-feira, a partir das 20 horas, nas dependências da sede da Apae de Marília, a médica Josiane Vasconcelos apresentará o tema sobre a poliomielite, doença erradicada no Brasil, mas que ainda permanece em apenas três países, ainda não sendo eliminada mundialmente. “Será muito interessante, afinal, desconhecemos esta doença que desde 1986 não temos mais conhecimento sobre os malefícios que ela trás”, comentou a presidente do Rotary Club de Marília-Pioneiro, que transferiu a reunião ordinária semanal do clube, para este encontro dedicado a celebração ao Dia Mundial contra a Paralisia Infantil, celebrada dia 24 de outubro. “Além disso, vamos saber como o Rotary se envolveu neste combate mundial para erradicação da doença no planeta”, acrescentou ao lembrar da participação do médico, Wilson Hironobu Yamashiro, associado do Rotary Club de Marília que falará sobre o envolvimento rotário na campanha. “Outros clubes rotários deverão participar deste encontro”, destacou Angela Cecília Giovanetti Teixeira ao acrescentar clubes rotários de Marília, Garça, Pompeia e Vera Cruz, que foram convidados. Outra atividade que os rotarianos do Rotary Club de Marília-Pioneiro participarão será no sábado, dia 21, das 10 as 13 horas, no centro da cidade, no cruzamento da Avenida Sampaio Vidal com a Rua Nove de Julho, quando através de rodizio, os rotarianos do clube de Marília estenderão uma faixa alusiva a campanha contra a paralisia infantil, alertando a população sobre a importância da vacinação constante e principalmente na colaboração financeira para erradicar a doença no Mundo. “Toda vez que o semáforo fechar o cruzamento vamos estender a faixa para que motoristas e transeuntes vejam e reflitam sobre a doença”, comentou a presidente do clube rotário de Marília que completará em abril 22 anos de fundação, sempre se reunindo semanalmente nas dependências do Quality Hotel Sun Valley, as 20 horas, de segunda-feira. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – ME

Postado em 18 de Outubro de 2017 por

Rotarianos motociclistas definem com mais de cinco anos de antecedência o calendário de eventos do grupo

Em mais uma demonstração de solidez e organização, o International Fellowship of Motorcycling Rotarians – South América Chapter - grupo de companheirismo do Rotary International que reúne os motociclistas rotarianos do Brasil e da América do Sul - apresentou sua programação de encontros para os próximos cinco anos.  Serão onze encontros oficiais que terão lugar em diversas cidades do Brasil e também no exterior.  A programação que já está confirmada foi aprovada pelo Conselho Diretor do IFMR-SA e pelos associados presentes ao encontro realizado na cidade de Marília, SP, em agosto último.  A programação começa na cidade de Dois Irmãos, RS, em fevereiro de 2018 e estende-se até o ano de 2023 na cidade de Maringá, PR, conforme a seguir: 28/02 a 04/03/2018 - IV Encontro de Verão Sul IFMR-SA  #ifmrnosul - Dois Irmãos – RS24 a 26/08/2018 - XIII Intercâmbio Rotário da Amizade IFMR-SA   - Jundiai - SP15 a 18/11/2018 - II Encontro de Primavera IFMR-SA - Taiobeiras - MG29 a 31/03/2019 - V Encontro de Verão Sul IFMR-SA #ifmrnosul - Balneário Camboriu - SC23 a 25/08/2019 - XIV Intercâmbio Rotário da Amizade IFMR-SA   - Arraial D´Ajuda - BA15 a 17/11/2019 - III Encontro de Primavera IFMR-SA - Pederneiras - SP13 a 15/03/2020 - VI Encontro de Verão Sul IFMR-SA  #ifrmnosul - Punta del Este - Maldonado - UY28 a 30/08/2020 – XV Intercâmbio Rotário da Amizade IFMR-SA  - Vitória - ES27 a 29/08/2021 - XVI Intercâmbio Rotário da Amizade IFMR-SA  - Votuporanga - SP26 a 28/08/2022 - XVII Intercâmbio Rotário da Amizade IFMR-SA - Santos - SP25 a 27/08/2023 - XVIII Intercâmbio Rotário da Amizade IFMR-SA - Maringá - PR  Para o rotariano Neri Wagner (Rotary Club de Marechal Cândido Rondon, Distrito 4640), atual presidente do IFMR-SA, “Trata-se de uma baita demonstração de força do grupo de companheirismo. Enquanto Rotary tem planejamento de eventos mundiais para os próximos três ou quatro anos, o IFMR-SA já está com tudo agendado para mais de cinco anos a frente. Já estamos mais avançados que o próprio Rotary!” comenta de forma entusiasmada o motociclista paranaense.  Todo o calendário e eventos podem ser acessados na fan page do Facebook em:  https://www.facebook.com/pg/IFMRSA/events  O IFMR-SA - International Fellowship of Mortorcycling Rotarians – South America Chapter é um dos Programas Estruturados do Rotary International. Trata-se do maior grupo de companheirismo por afinidade da organização. Seu capítulo América do Sul é o maior de todos os mais de 60 grupos existentes e possui 950 associados em 15 estados brasileiros e 5 países. Saiba mais sobre o IFMR-SA em www.ifmr-sa.org e www.facebook.com/ifmrsa  

Postado em 13 de Outubro de 2017 por

Fundação Rotária é esclarecida através de curador brasileiro

O Seminário de Treinamento sobre a Fundação Rotária realizada neste último final de semana, na cidade de Presidente Prudente, no Distrito 4510 do Rotary International, na região oeste do interior do Estado de São Paulo, nas dependências da Uniesp, apresentou dados interessantes sobre a organização mundial, desde o ponto de vista local como o institucional. “Foi um seminário em que foi possível passar uma visão profunda sobre a fundação e alguns programas”, disse o atual Governador do D4510 do RI, o meteorologista, Maurício de Agostinho Antônio, associado do Rotary Club de Bauru-Terra Branca, que contou com a presença do curador da Fundação Rotária, o industrial, Mário Cesar Martins de Camargo, associado do Rotary Club de Santo André, no Distrito 4420 do Rotary International. O evento foi dividido em três partes: exposição da Fundação Rotária, Certificação de Clubes e Programas. Na primeira parte, a funcionária pública, Maura Amábile Betti Fagundes de Queiroz, associada do Rotary Club de Marília-Pioneiro, apresentou dados sobre a Fundação Rotária na região, quando demonstrou que somente 12 clubes rotários contribuíram, até o momento, com mais de US$ 100 por associado, enquanto que outros 25 clubes com no máximo US$ 100, e 18 clubes rotários com menos de US$ 50 por associado. “Isso pode e vai mudar até o final da gestão”, disse a atual responsável pela Comissão Distrital da Fundação Rotária, que mostrou dados estatísticos das performances dos clubes quanto a captação de recursos para a Fundação Rotária. Mário Cesar Martins de Camargo ao se apresentar, trouxe dados atuais de como estão as contribuições dos brasileiros, que infelizmente, coloca o Brasil entre os 20 melhores captadores de recursos, posição que já ocupou entre os seis primeiros do mundo recentemente. “Estamos bem abaixo do nosso normal”, alertou ao apontar o crescimento da India, Korea, Tawian e Canadá que superaram o Brasil. “No entanto estamos com sete distritos que colocam o Brasil em 4º lugar com potencial de ser parceiro investidor de programas”, apontou ao mostrar a diferença e dizer que somente na gestão passada foram aprovados 1.260 projetos globais, com investimento superior a US$72 milhões. “Certamente este ano vamos superar esses números e valores”, acredita ao explicar como funciona a aprovação desses projetos e quais os critérios utilizados pela Fundação Rotária. Enquanto alguns clubes eram capacitados para terem condições de requisitar o subsídio distrital e global, os programas: ABTRF (Alexandre Hirata), Certificado Distrital (Cleuto José Magnani), Polio Plus (Régis Jorge), também foram expostos como sendo ações diretas de captação de recursos junto a Fundação Rotária, seja, através de pessoas jurídicas, pessoas físicas e clubes. “O importante é que o rotariano cumpra o compromisso assumido ao entrar no Rotary e colaborar de alguma maneira para que a Fundação Rotária consiga servir a humanidade”, disse Maurício de Agostinho Antônio que programou para o dia 20 de janeiro o Seminário de Serviços a Juventude, na cidade de Adamantina. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – ME

Postado em 09 de Outubro de 2017 por

Reuniões Segundas-Feiras | 20:00
AV. OTTO RIBEIRO, N. 677 - JD PAULISTA ,677